Resenha: Memórias de um Sargento de Milícias

 O livro de hoje é do autor Manuel Antônio de Almeida, MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS". Ele conta a história do protagonista Leonardo, o Sargento de milícias. Quando pequeno, Leonardo foi abandonado por sua mãe e com isso, fugiu de Portugal com um capitão em seu navio. Também abandonado pelo pai, vai viver com seu padrinho, que é barbeiro, que o protegia quando a vizinhança insistia em reclamar de suas peripécias e travessuras. Seu padrinho cultivava o sonho de fazer do menino, padre, o que não aconteceu.
Quando cresceu, Leonardo apaixonou-se por Luisinha, filha de D. Maria. Luisinha mal dava bola ao rapaz. Eis que surgiu outro pretendente, e a moça casou-se com ele, o José Manuel.
Logo na narrativa, o padrinho adoece e morre; ele passa a morar com seu pai e a madrasta, o que não dá certo. Leonardo sai novamente de casa e vai morar com um amigo de infância. 
Nesta casa, mora também Vidinha, por quem se apaixona. Os primos da moça ficam com ciúmes e o denunciam ao Major Vidigal, que o prende. Leoanrdo, porém, foge da cadeia. Vidigal o obriga a servir ao exército e a todo custo quis castigá-lo. Mas, por uma mão bondosa, acaba sendo promovido a sargento.

É um livro bacana, que retrata a vida no Rio no início do século XIX. Uma narrativa nada maçante. Vale a pena a leitura!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ELIZA MACEDO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL